Busca

Vatican News
Dom Manuel Linda, Bispo do Porto (Portugal) e Dom Pedro Carlos Zilli Dom Manuel Linda, Bispo do Porto (Portugal) e Dom Pedro Carlos Zilli 

Bispo do Porto sobre D. Pedro Zilli: “Vi uma alma missionária”

D. Manuel Linda esteve na Guiné-Bissau em 2019 com mais quatro sacerdotes para oferecer um jipe à diocese de Bafatá. Lembra D. Zilli como um homem “muito ligado ao meio que servia” e “muito conhecedor do seu povo”. O bispo brasileiro faleceu vítima de covid-19.

Por Rui Saraiva

O bispo do Porto lamenta a morte de D. Pedro Zilli ocorrida nesta quarta-feira dia 31 de março. Esteve com ele em fevereiro de 2019 acompanhado por quatro sacerdotes da diocese do Porto com o objetivo de oferecer um jipe à diocese de Bafatá na Guiné-Bissau. Recorda esses momentos e a emoção de D. Pedro Zilli:

Oiça aquia reportagem e partilhe

“Conheci D. Pedro Zilli há dois anos quando a diocese do Porto ofereceu à diocese de Bafatá um jipe. Fui lá levá-lo juntamente com quatro sacerdotes e lembra-me a emoção de quem tinha um carro muito fraquinho que, certamente, não podia circular a maior parte do ano naquelas estradas sem condições”.

Uma emoção redobrada após receber uma ajuda financeira em cheque que não estava prevista:

“Mas lembro-me mais da emoção quando recebeu um cheque que ele não contava. As lágrimas vieram-lhe aos olhos e também os meus olhos se humedeceram” – recorda. “Para quem estava habituado a ter pouco aquilo representou muito”.

D. Manuel Linda assinala a hospitalidade e simpatia do missionário brasileiro que levou o bispo do Porto e seus sacerdotes a conhecer a cidade e também a sua catedral. “Uma igreja muito simples do tempo colonial” – assinala o bispo do Porto sublinhando a maneira como D. Zilli conhecia bem o seu povo. Uma verdadeira “alma missionária” – afirmou.

“Homem muito ligado ao meio que servia e muito conhecedor do seu povo”. “Vi uma alma missionária” – declarou D. Manuel Linda.

D. Pedro Zilli, era um missionário brasileiro, bispo de Bafatá na Guiné-Bissau e faleceu com 66 anos de idade, vítima de Covid-19. no Hospital de Cumura onde estava internado.

O primeiro bispo de Bafatá nasceu a 7 de outubro de 1954, em Santa Cruz do Rio Pardo (São Paulo) e foi ordenado sacerdote em janeiro de 1985, seguindo para a Guiné-Bissau, como membro do Pontifício Instituto Missões Exteriores (PIME). D. Pedro Zilli foi nomeado como primeiro bispo da Diocese de Bafatá no dia 13 de março de 2001, por São João Paulo II; a sua ordenação episcopal aconteceu no dia 30 de junho de 2001, no Brasil.

01 abril 2021, 10:13