Busca

Vatican News
Dom Joaquim Nhanganga Tyombe (D), Bispo da Diocesi di Uíje (Angola) Dom Joaquim Nhanganga Tyombe (D), Bispo da Diocesi di Uíje (Angola) 

Angola. Dom Joaquim Tyombe tomou posse como novo Bispo da Diocese do Uíje

Dom Joaquim Nhanganga Tyombe já orienta o rebanho da Diocese do Uíje, sacerdotes do Clero diocesano apresentam ao novo bispo dificuldades que podem afectar o desenvolvimento da pastoral e se mostram dispostos a cooperar na resolução dos problemas.

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

No Domingo 21/03, depois da tomada de posse na Catedral da diocese, o novo pastor Dom Joaquin Nhanganga Tyombe foi apresentado à comunidade em Missa campal no estádio 4 de Janeiro.

Na terça-feira (23/04) o novo pastor manteve um encontro com o Clero local de quem ouviu preocupações que afectam o normal funcionamento da pastoral.

Oiça aquia reportagem e partilhe

A diocese do Uíje foi criada em 1967 e teve como primeiro bispo Dom Francisco de Mata Mourisca, felizmente de vida, seguido por Dom Emílio Sumbelelo.

O Clero do Uíje agradece a Deus por continuar a proporcionar pastores segundo o Coração de Cristo e que com zelo e dedicação trabalham incansavelmente para apascentar o rebanho do Senhor.

Diante do olhar dos Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) e do Núncio Apostólico em Angola e São Tomé Dom Giovanni Gaspari, os sacerdotes do Uíje exortaram os fiéis cristãos para que amem o novo Bispo e lhe sejam solícitos, como fez saber o Padre Gomes Paciência, em representação do Clero.

Com 54 anos de erecção a Diocese do Uíje deu à Igreja de Cristo 4 Bispos, 58 Padres diocesanos, 4 Diáconos e muitos Religiosos e Religiosas.   

O Clero pede ao novo Bispo para que seja pai, irmão, amigo de todos e acima de tudo mais humano.

“A Diocese tem luzes e sombras, o seu Clero dinâmico, jovem e zeloso não tem poupado esforços no cumprimento da missão que lhe é confiada apesar das enormes dificuldades que podem afectar o desenvolvimento da pastoral”, realçam os sacerdotes.

Dom Joaquim escolheu como divisa “Em nome de Jesus Cristo” e fez saber que chega para esta missão com o coração cheio de amor e pronto para servir, e pediu oração dos fiéis pelo seu novo ministério pastoral, assim como acredita na fé e confiança dos fiéis católicos no Uíje e vai entregar-se se sem reserva.

Eleito Bispo da Diocese do Uíje a dois de fevereiro de 2021, por sua Santidade Papa Francisco, e ordenado ao terceiro grau da ordem presbíteral no dia sete de março 2021, Dom Joaquim Nhanganga Tyombe tomou posse como terceiro Bispo do Uíje.

25 março 2021, 09:46