Busca

Vatican News
Associação "Ilhas da Paz" aposta no diálogo e tolerância religiosa em Moçambique Associação "Ilhas da Paz" aposta no diálogo e tolerância religiosa em Moçambique 

Moçambique: Associação “Ilhas da Paz” apela ao diálogo e tolerância religiosa

Moçambique celebra neste 2021 os 29 anos da assinatura do Acordo Geral de Paz, chancelado em Roma a 4 de Outubro de 1992. Neste prisma, e em declarações ao Vatican News em Maputo, a Associação Ilhas da Paz lança um olhar sobre a promoção do diálogo rumo ao alcance de uma paz efectiva e duradoira no País.

Hermínio José – Maputo, Moçambique

Segundo o Director da Associacao Ilhas da Paz, com presença há 5 anos em Moçambique, é preciso apostar no diálogo para a construção de um clima de harmonia, tolerância e reconciliação entre os moçambicanos. Osman Yildirim em entrevista exclusiva ao Vatican News, em Maputo.

Oiça aquia reportagem e partilhe

A Ilhas da Paz defende que para a eliminação dos conflitos e da guerra em Moçambique, é preciso que se reduzam as assimetrias, a pobreza e a ignorância, acima de tudo.

Promoção do diálogo inter-religioso

Osman Yildirim refere que Moçambique tem a graça de os líderes religiosos viverem num clima de harmonia e fraternidade, o que revela o senso da tolerância religiosa no País. E a visita do Papa Francisco há 2 anos, segundo acrescenta, foi mesmo para fortalecer estes laços de irmandade entre as confissões religiosas.

De referir que estão entre as atribuições da Associação Ilhas da Paz em Moçambique a promoção da tolerância religiosa e cultural e a promoção do diálogo e da harmonia para o alcance de uma paz efectiva e duradoira em Moçambique. A Ilhas da Paz tem realizado uma série de encontros envolvendo várias confissões religiosas no País.

12 fevereiro 2021, 15:23