Busca

Vatican News
D. Jaime Pedro Gonçalves, Arcebisbo Emérito da Beira (Moçambique) D. Jaime Pedro Gonçalves, Arcebisbo Emérito da Beira (Moçambique) 

UCM atribui o grau de Doutor Honoris Causa ao Arcebispo D. Jaime Gonçalves

A Universidade Católica de Moçambique (UCM) atribuiu, no passado dia de dezembro, a título póstumo, o grau académico de Doutor Honoris Causa em Ciências Sociais e Políticas ao Arcebispo D. Jaime Pedro Gonçalves.

Rogério Maduca, Rádio Pax – Beira, Moçambique

O acto é uma forma de reconhecer os feitos de um dos fundadores desta instituição de ensino e primeiro Magno Chanceler. O evento teve lugar no passado dia 17 de Dezembro na cidade Beira, e o mesmo foi antecedido por uma celebração eucarística presidida por D. Cláudio Dalla Zuanna, Arcebispo da Beira e actual Magno Chanceler da Universidade Católica de Moçambique, concelebrada por D. Francisco Chimoio, Arcebispo de Maputo, D. Alberto Vera, Bispo de Nacala, e D. Francisco Sílota,  Bispo emérito de Chimoio, e vários sacerdotes em serviço na prelazia da Beira.

Oiça aquia reportagem e partilhe

Falando aos presentes na cerimónia, o Presidente da celebração recordou os feitos do homenageado, destacando a sua contribuição na consolidação da paz no País e a fundação da Universidade Católica de Moçambique. Dalla Zuanna explicou que esta indicação, esta homenagem, significa que a mensagem deixada por D. Jaime tem um valor actual, por isso que a UCM e a Igreja assumem o seu legado.

O Reitor desta Instituição do ensino superio, Prof. Dr. Pe. Filipe Sungo, sublinhou que o legado deixado pelo primeiro Magno Chanceler D. Jaime Pedro, irá perdurar não só na UCM, mas também em todos os moçambicanos.

Para além de alguns fiéis e estudantes da Universidade, fizeram parte da cerimónia várias individualidades, com destaque para as autoridades governamentais da Provincia de Sofala e da Autarquia da Beira, que ressaltaram as qualidades daquele que foi um dos mediadores da paz no País. O governador da Provincia, Lourenço Bulha, classificou a homenagem como sendo de bastante mérito. E a Secretária do Estado, Stella Zeca, espera que os feitos de D. Jaime sejam motivo de inspiraçao para todos. O presidente da Autarquia da Beira, Daviz Simango, olha para a figura do Arcebispo emérito, como uma reserva moral dos moçambicanos.

Por seu turno,  a família do homenageado, agradeceu pela atribuição do grau de Doutor Honoris Causa em ciências sociais e politica ao seu ente querido

Refira-se que o Arcebispo emerito da Beira, já falecido, é o primeiro Bispo no País que recebe o titulo de Doutor honoris Causa, por isso este acto é historico.

21 dezembro 2020, 09:34