Busca

Vatican News
Ordenação de novos Diáconos na Diocese de Cabinda, em Angola Ordenação de novos Diáconos na Diocese de Cabinda, em Angola 

Após meses de confinamento retornam as ordenações nas dioceses de Angola

Em Angola, as ordenações diaconais, sacerdotais, profissões religiosas e a administração do sacramento do crisma aos jovens e adultos marcaram em grande o regresso das celebrações, nesse final de semana, com a presença física de fiéis, depois do interregno devido ao Covid-19.

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

Depois de sucessivos adiamentos por conta do Covid-19 algumas dioceses da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) testemunharam o regresso das ordenações diaconais, sacerdotais, profissões religiosas e a administração do sacramento do crisma aos jovens e adultos.

Oiça aqui a reportagem e partilhe

Na diocese de Cabinda três jovens foram ordenados diáconos sábado (27/06), na paróquia de São Carlos Lwanga, trata-se de Faustino Dienze, Henrique Toco e Vicente Covi, estes jovens disseram sim ao ministério do diaconato, numa cerimónia presidida pelo Bispo da diocese D. Belmiro Chissengueti, que em nota agradeceu o empenho dos seus colaboradores e fiéis pelo êxito da celebração que obedeceu às medidas de segurança recomendadas pelas autoridades sanitárias em tempo de Covid-19.

E na diocese de Benguela três Irmãs da Congregação de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro emitiram neste domingo (28/06) as suas primeiras profissões religiosas.

“Que os jovens saibam descobrir as suas vocações, sejam perseverantes e confiem sempre na misericórdia de Deus”, foi o apelo da Irmã Rosária Cangombe, uma das religiosas que emitiu a sua primeira profissão religiosa.

O retorno das celebrações em Angola com excepção de Luanda e Kwanza Norte (por registarem casos positivos de Covid 19) ficou igualmente marcado com a administração do sacramento da confirmação (Crisma) a centenas de jovens e adultos das diocese do Lwena e Huambo, que decidiram seguir Deus como verdadeiros “soldados” de Cristo.

E para os próximos dias estão previstas quatro ordenações diaconais na diocese do Lwena, o acto terá lugar a 5 de julho, na Sé Catedral da diocese, trata-se de Ivo Mujumbo, João Nicodemos, Adelino Palanga e Satchissimile Tomé.

Já na arquidiocese de Malanje o jovem Seminarista Daniel Armando será ordenado Diácono no dia 18 de julho depois de dois adiamentos devido a Pandemia da Covid-19, a confirmação veio do arcebispo de Malanje D. Benetido Roberto que pediu orações para o futuro obreiro da vinha do Senhor.

E para o dia 16 de agosto do corrente ano está marcada a Sagração episcopal e tomada de posse do novo Bispo da diocese de Caxito, D. Maurício Agostinho Camuto, eleito pelo Papa Francisco  a 15 de junho.

A equipa organizadora já trabalha na preparação da celebração a decorrer no estádio municipal do Dande, e quanto ao número de fiéis, está salvaguardado para que haja segurança e protecção das pessoas que vão participar na cerimónia.

Será uma ordenação diferente em relação às outras tendo em conta a situação da pandemia do Coronavirus.

30 junho 2020, 11:13