Busca

Vatican News
D. Jesus Tirso Blanco, Bispo de Lwena, em Angola, durante a celebração da Eucaristia D. Jesus Tirso Blanco, Bispo de Lwena, em Angola, durante a celebração da Eucaristia 

Angola. Covidi-19: Abrem locais de culto, com excepção de Luanda e Kwanza Norte

Com excepção da Arquidiocese de Luanda e a Diocese de Ndalatando (Província de Kwanza Norte), as igrejas voltaram a reabrir nesta quarta-feira (24/06), nas restantes 16 Províncias angolanas, depois de três meses sem celebrações com a presença física de fiéis devido ao Covid-19.

Anastácio Sasembele – Luanda, Angola

Na diocese do Lwena (Moxico), D. Jesus Tirso Blanco ressaltou na Missa de abertura das actividades religiosas, as medidas de biossegurança, que segundo o prelado, devem ser seguidas à risca pelos fiéis.

Oiça aqui a reportagem e partilhe

O País vê nos últimos tempos aumentar o número de casos positivos. O novo Coronavirus já atingiu 189 pessoas, deste número 102 continuam activos, 77 recuperados e 10 óbitos. O país conta com 57 casos importados, 123 de contaminação local e 9 com vínculos epidemiológicos desconhecidos.

E a decisão de manter as portas das igrejas encerradas em Luanda e no Kwanza Norte foi anunciada pela Ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, durante a habitual conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19.

"Apesar de termos feito uma projecção, no Decreto de estado de calamidade, em que estimávamos que os locais de culto e de cerimónias religiosas abririam no dia 24 de junho, tal não vai acontecer nas Províncias de Luanda e Kwanza Norte por causa da evolução epidemiológica, ou da situação epidemiológica actual", justificou a Ministra.

Luanda e Kwanza Norte são as únicas Províncias onde se registaram, até à data, casos positivos de Coronavírus.

Apesar do desejo de retornar à Casa de Deus, alguns fiéis em Luanda concordam com o adiamento da reabertura dos templos.

“Em primeiro lugar, está a saúde” afirmou Maria Isilda Sambalanda, membro da Promoção da Mulher na Igreja Católica (PROMAICA), que deixou igualmente uma mensagem esperançosa aos cristãos de Luanda e Ndalatando. 

24 junho 2020, 13:59