Busca

Vatican News
D. Manuel Vieira Pinto, Arcebispo Emérito de Nampula, Moçambique D. Manuel Vieira Pinto, Arcebispo Emérito de Nampula, Moçambique 

D. Manuel Vieira Pinto: “habituei-me a ser pastor” em Moçambique

O arcebispo emérito de Nampula faleceu no passado dia 30 de abril com 96 anos e recordou em 2002 numa entrevista a Manuel Vilas Boas, para a Rádio TSF, os seus tempos de serviço episcopal em Moçambique.

Rui Saraiva

D. Manuel Vieira Pinto, foi nomeado bispo de Nampula em 1967 e arcebispo a 4 de junho de 1984. Exerceu esse múnus episcopal em Moçambique em nome da liberdade e dos direitos humanos. Assumiu posições antifascistas, criticou o colonialismo e foi perseguido pela polícia política da Ditadura (PIDE).

Após a independência condenou os campos de reeducação e alertou para os abusos da guerra civil entre a Frelimo e a Renamo. Procurou sempre lançar pontes de diálogo. Em 1992 foi condecorado pelo presidente português Mário Soares com a Ordem da Liberdade.

Na entrevista a Manuel Vilas Boas, a 14 de março de 2002, D. Manuel Vieira Pinto recorda o seu serviço em Moçambique na diocese de Nampula. O jornalista português da Rádio TSF cedeu, amavelmente, este registo áudio ao Vatican News do qual publicamos aqui um excerto. Um testemunho livre e sem filtros, para memória futura.

Oiça aqui a reportagem e partilhe

D. Manuel Vieira Pinto, nasceu em Aboim, Amarante, a 9 de dezembro de 1923 e faleceu no Porto a 30 de abril de 2020. Como arcebispo de Nampula, em Moçambique deixou saudades e o povo não o esqueceu.

Os moçambicanos fizeram-se presentes através de uma carta do Município de Nampula e que foi lida na sua celebração exequial. Dessa carta destacamos esta frase: “Agradecemos ao Deus Pai por ter trazido D. Manuel Vieira Pinto, com o seu coração aberto salvou muitos servos”.

Laudetur Iesus Christus 

14 maio 2020, 10:34