Busca

Vatican News
D. Piergiorgio Bertoldi, Núncio Apostólico em Moçambique D. Piergiorgio Bertoldi, Núncio Apostólico em Moçambique 

D. Bertoldi: encontrar em Jesus forças para reconstruir a Cidade devastada pelo ciclone

Durante a Missa comemorativa do primeiro ano após o Ciclone Idai que davastou a Cidade da Beira, no centro de Moçambique, em março de 2019, o Núncio apostólico em Moçambique, D. Piergiorgio Bertoldi, apelou aos fiéis da arquidiocese a encontrarem em Jesus as forças necessárias para reconstruir a cidade.

Rogério Maduca e Beto Jorge – Radio Pax, Beira, Moçambique

O representante do Papa Francisco fez estas declarações neste domingo, 15 de março, na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus-Macuti, durante a Missa de acção de graças pela passagem do primeiro ano do Ciclone Idai na cidade da Beira, uma celebração concelebrada por Dom Claudio Dalla Zuanna, Arcebispo da Beira, e por vários sacerdotes, incluindo o Secretário da Nunciatura apostólica.

Dom Piergiorgio, que presidiu à Eucaristia, iniciou a sua intervenção focalizando-se nas primeiras palavras do Sumo Pontífice aquando da sua visita a Moçambique, em setembro do ano passado: "Senhor você conhece a minha aflição, conhece a situação em que eu estou, sou incapaz de sair desta situação em que o Senhor quis visitar-me, você me conhece Jesus, isso é insuficiente para mim”, frisou.

“Conhecer Jesus acalma os nossos corações, perante as calamidades naturais, devemos confiar em Jesus o único Salvador", acrescentou o Prelado.

Por seu turno, o arcebispo D. Claudio Dalla Zuanna, na sua alocução, apontou a razão principal da Missa de acção de graças, esta que serve para recordar o que aconteceu no dia da intempérie, recordar os entes queridos que nos deixaram, mas também para agradecer a Deus por nos ter acompanhado e se ter servido deste trágico acontecimento para fazer crescer a unidade entre nós, a solidariedade entre nós.

Oiça aqui a reportagem e partilhe

No fim da sua intervenção o prelado agradeceu a presença de D. Piergiorgio, e disse sentir-se na presença do Papa.

Na celebração eucarística, estiveram presentes autoridades civis e governamentais. Daviz Simango, edil da Beira, em breves palavras pediu o envolvimento de todos na recuperação, prevenção, resposta e reposição da cidade. E acrescentou, "Eu tenho fé e esperança de que, vamos e estamos a reconstruir a Beira de mãos dadas, pois o Senhor esta abrindo as portas e ninguém poderá fechar".

Já o Director provincial da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos de Sofala, Yasald De Sousa, em representação das autoridades governamentais da Província, recomendou a cada cristão a ser o mensageiro em qualquer lugar, partindo do seu próprio coração, na sua família, promovendo o amor, reconciliação e a prosperidade.

De referir que além dos fiéis da Diocese da Beira, estiveram presentes nesta celebração a esposa do Governador e o esposo da Secretária de Estado da província de Sofala como convidados.

17 março 2020, 12:06