Busca

Vatican News
2020.01.24 Miluci Santos - Presidente UNIAPAC-AFRICA Miluci Santos - Presidente UNIAPAC-AFRICA 

UNIAPAC-ÁFRICA está em Cabo Verde

Uma delegação do Bureau Executivo da Confederação Internacional das Associações dos Líderes Empresariais e Institucionais Cristãos para região africana (Uniapac – África), está desde o início da semana na Cidade da Praia para uma visita de trabalho de vários dias.

Dulce Araújo  (com Rádio Nova

Uma visita que serve para a  apresentação dos novos membros dos órgãos sociais da organização, actualmente liderada por Cabo Verde, através da presidente da Associação de Gestores, Empresários e Profissionais Católicos de Cabo Verde (AGEPCV) Miluci Santos.

Em conferência de imprensa no mdia 21, Miluci Santos apresentou o plano estratégico para os anos  2020-2022 e afirmou que o objectivo é que a Uniapac – África seja reconhecida, cada vez mais, como parceira institucional na implementação das políticas de emprego decente e adptação às mudanças climáticas em África.

Oiça

De entre as prioridades do plano estratégico para o período 2020-22, Miluci Santos  apontou também o reforço das associações nacionais membros  e o aprofundamento da Doutrina Social da Igreja e da ética no mundo dos negócios

E para facilitar a implementação do plano indicou que já foi instalado na Cidade da Praia o secretariado executivo com uma secretária executiva e uma equipa de apoio.

Oiça

No quadro da visita do Bureau Executivo os membros da delegação manteve encontros com as autoridades civis nacionais, com o cardeal Dom Arlindo Furtado, com o corpo diplomático e outras entidades como a Câmara de Comércio de Sotavento (ilhas do sul do arquipélago caboverdiano).

No encontro com a organização, Dom Arlindo Furtado enalteceu o trabalho que a Uniapac está a realizar, com vista na dignidade humana e a justiça social.

Oiça

Criada a 26 de Fevereiro de 2010, em Ouagadougou, no Burkina Faso, a Uniapac-África conta actualmente com 15 associações nacionais como membros, designadamente de Angola, Benin, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Senegal, Tchade, Zimbabwé e Cabo Verde. 

24 janeiro 2020, 12:57