Cerca

Vatican News
26-04-2018 Vescovi della Nigeria Bispos da Nigéria   (Vatican Media)

30 de Agosto – Dia de Oração para a paz na Nigéria a pedido dos Bispos

Bispos do sudeste da Nigéria proclamam 30 de Agosto de 2019, Dia de Oração pela Paz na Nigéria, pois o povo se encontra fortemente afectado por diversas formas de violências e negligências.

Isabella Piro / Dulce Araújo - Cidade do Vaticano

Hoje, 30 de Agosto de 2019 é, a pedido dos bispos nacionais, Dia de Oração pela Paz na Nigéria, onde a população do país está entre a espada e a parede: por um lado as prepotências dos políticos, militares e forças da ordem; por outro, a violência e as razias dos pastores Fulani e de outros grupos – denunciam numa carta pastoral dos bispos da província eclesiástica  de Owerri (sudeste do país) que para além da homónima arquidiocese metropolita, compreende diversas outras dioceses sufragâneas: Aba, Ahiara, Orlu e Umuahia.

“Sede fortes! Não tenhais medo!”

A população está a passar por ameaças insuportáveis – lê-se na carta intitulada  “sede fortes! Não tenhais medo!” “Todos os dias, em todos os nossos Estados, ouvimos histórias tristes de raptos, estupros, mutilações, extorsões, açambarcamento de terra, assassinatos e destruições das fontes de sustentamento das pessoas. Continuamos a esperar em vão que os funcionários públicos eleitos e os agentes de segurança protejam os cidadãos como estipulado na Constituição” – escrevem.

O drama do desemprego juvenil

Outra situação alarmante relevada pelos bispos é o forte desemprego juvenil que faz com que “muitos jovens  procurem, sem escrúpulos,  ganhar muito dinheiro em pouco tempo, em vez de procurar trabalhos criativos, inováveis e rentáveis”. Os prelados exortam, por isso, os fiéis a “permanecer firmes na fé e na confiança em Deus, que constituem a nossa principal fonte de força”, mas – advertem – “não se pode abusar da abertura e amizade dos cristãos para se fazer como se não existissem.”

O governo tutele os cidadãos

“O governo nigeriano e os seus líderes – continua a carta – devem assumir a obrigação constitucional de proteger e defender cada cidadão nigeriano independentemente da sua pertença religiosa ou étnica” – caso contrário “o sentido de unidade nacional da Nigéria se torna insignificante e inútil. Lá onde o governo não consegue proteger e defender o povo, os cidadãos serão obrigados a defender-se por si sós.”

30 de Agosto, Dia de oração para a Paz

Na carta os bispos exortam os cristãos a rezar e a permanecer vigilantes “na promoção da visão cristã a fim de contrastar a ideologia brutal do ódio, da malvadez e da violência”. E para isso hoje 30 de Agosto terá nas Diocese da Província Eclesiástica de Owerri um Dia especial de Oração pela Paz na Nigéria – refere a agência noticiosa, Fides.

30 agosto 2019, 15:31