Cerca

Vatican News
2019.07.02 P. Rui Pedro P. Rui Pedro 

Scalabrinianos ponderam abertura de missão em Adis-Abeba

Após 25 anos de presença na África Austral (Moçambique e África do Sul) os missionários scalabrinianos, cujo carisma é o cuidado aos migrantes, têm agora em vista a abertura de uma missão em Adis-Abeba com centro de estudos sobre as migrações e pastoral dos migrantes. Em recente entrevista à Rádio Vaticano, o P. Rui Pedro abordou este e outros aspectos relacionados com o actual fenómeno mundial das migrações.

A pedido da Igreja católica na Etiópia, a Congregação dos Scalabrianos tem agora em vista a abertura de uma posição em Adis-Abeba dotada de centro de estudos sobre o fenómeno das migrações e de serviço pastoral para os migrantes.

A questão fez parte dos temas debatidos em finais de Junho em Loreto (Itália) pelo Conselho Regional (Europa-África) da Congregação.

Em recente entrevista à Rádio Vaticano, o P. Rui Pedro - antes capelão da comunidade lusófona no Sul de Luxemburgo e agora pároco de “Esch-Uelzecht Sainte Famille”, referência dessa comunidade – abordou os desafios actuais da Congregação:

- escassez de pessoal na Europa e aposta em novas ordenações da Ásia e África para situações novas como a de Adis-Abeba;

- transformações que a pastoral das migrações na Europa está a enfrentar (com a passagem dos capelães a párocos) e a necessidade de enfrentar as especificidades dos migrantes (não só refugiados);

- estar próximos, espiritualmente, dos migrantes, até porque são, em muitas situações, os animadores das paróquias em países, de certo modo, secularizados. Mas, ser pároco e continuar, contudo, a dar uma certa assistência aos lusófonos na sua própria língua em momentos significativos para a sua vida, não é fácil – explica o sacerdote, abordando essas dificuldades.

O P. Rui Pedro traçou-nos também um quadro da comunidade lusófona no Sul de Luxemburgo, onde se trabalha muito e há pouco tempo para a vida familiar, para o lazer e mesmo para actividades de caracter religioso.

Por fim, este missionário scalabriano português falou de como o amplo e complexo fenómeno actual das migrações no mundo  interpela a Igreja e mesmo  a sua Congregação que já tem mais de um século de experiência ao serviço dos migrantes.

Oiça aqui algumas partes dessa entrevista na rubrica “África global” e depois na integra.

Oiça
Oiça
Oiça
Oiça
11 julho 2019, 15:33