Vatican News
MOZAMBIQUE-WEATHER-CYCLONE-HEALTH Pessoas afectadas pelo ciclone Idai  (AFP or licensors)

Páscoa vivida este ano com mais intensidade na Beira - D. Cláudio dalla Zuanna

Em Moçambique, especialmente a Diocese da Beira, a cidade mais atingida pelo ciclone IDAI, esta Páscoa está a ser vivida de forma mais viva e mais intensa – explicou o Bispo daquela Diocese, D. Claudio Dalla Zuanna, à Rádio Vaticano.

Dulce Araújo - Cidade do Vaticano

Na Diocese da Beira,  esta Páscoa está a ser vivida de forma mais viva e mais intensa – diz o Bispo daquela Diocese, D. Claudio dalla Zuanna. 

Oiça

Na Quinta-feira Santa, durante a cerimónia do lava-pés, na Catedral da Beira – disse D. Claudio dalla Zuana - foram lavados os pés a 12 pais de família que perderam as suas casas por causa do ciclone. Ontem, Sexta-feira Santa, cada estação da Via Sacra foi contextualizada por forma a reflectir a situação que o povo está a viver actualmente na Beira; as quedas de Jesus foram ligadas às quedas das casas e das igrejas da região; os despojamentos de Jesus foram vistos à luz dos despojamentos do povo e a falta de respeito pela dignidade que – disse D. Claudio Dalla Zuanna - aparecem mesmo nessas situações.

E hoje Vigília Pascal – frisou o Bispo da Beira – a vida voltará a triunfar com baptismo e casamentos:

Oiça

Nas suas palavras à Rádio Vaticano, D. Claudio Dalla Zuanna referiu-se ainda à próxima visita do Papa a Moçambique, prevista para a primeira semana do mês de Setembro:

Oiça

O Bispo da Beira. Palavras recolhidas por Barone.

20 abril 2019, 20:05