Versão Beta

Cerca

Vatican News
MOZAMBIQUE-VOTE Mulher moçambicana perante uma urna de voto  (AFP or licensors)

Maputo: Mulheres criam movimento Paz e Reconciliação

Em Moçambique, acaba de ser criado o Movimento Nacional de Mulheres e Paz.

Hermínio José - Maputo 

Em Moçambique acaba de ser criado o Movimento Nacional de Mulheres e Paz, uma organização da sociedade civil que tem em vista a disseminação de valores e princípios ligados à paz, reconciliação nacional e direito das mulheres. Fazem parte deste movimento, mulheres das confissões religiosas, agremiações políticas, da comunicação social, fazedoras da cultura, entre outras.

O Movimento Nacional de Mulheres e Paz, segundo a responsável, Micaela Alexandre, tem um papel importante no processo de restauração de uma paz efectiva e duradoura em Moçambique.

A Paz é vitória de diálogo

Entretanto, a questão de complexo de inferioridade sobretudo nas comunidades rurais, aliada à questão económica e baixa escolaridade fazem parte do leque de barreiras que as mulheres atravessam e que o movimento pretende atacar para que elas estejam unidas numa só voz à escala nacional.

Com efeito, para a Presidente da Assembleia da República, a paz é a vitória do diálogo sobre o uso das armas. Segundo Verónica Macamo a paz deve ser acarinhada por todos os moçambicanos.

Para a activista social, Denisse Melisse e colaboradora da Comissão Episcopal de Justiça e Paz, as mulheres são chamadas à participação política e rosto de Cristo na promoção da paz.


Refira-se que o movimento Nacional de mulheres e paz conta com apoio do Fundo para o Desenvolvimento da Comunidade (FDC), Instituto para Democracia Multipartidária (IMD).

Oiça

 

01 novembro 2018, 18:04