Cerca

Vatican News
Angola, Participantes no Fórum empresarial católico Angola, Participantes no Fórum empresarial católico 

Angola. Fórum Católico quer novo modelo de sustentabilidade dos media

A Rádio Ecclesia, Emissora Católica de Angola, enfrenta actualmente uma crise financeira e precisa de um novo modelo de sustentabilidade, face aos novos desafios económicos que o País atravessa. A conclusão vem expressa no final do "Fórum empresarial católico", que encerrou esta segunda-feira (19/11), em Luanda.

Anastácio Sasembele – Luanda

O comunicado final do fórum refere que a Rádio Ecclesia deve contar com um modelo generalista nos seus conteúdos informativos e comerciais, de forma a manter a sua sustentabilidade no mercado nacional.

Oiça aqui a reportagem e partilhe:

Adianta que a Rádio Ecclesia está a passar por uma crise financeira menos boa, que tem afectado o seu normal funcionamento, daí a necessidade dos empresários católicos, fiéis e outros encontrarem uma solução para o assunto.  

Criar modelo que assente na comercialização

Para o jornalista e economista Carlos Rosado, a Rádio Ecclesia deve criar um novo modelo que assenta na comercialização, gestão e conteúdos informativos transversais para a sua sustentabilidade.

Amissora já contou com apoio dos fiéis

E o director desta estação emissora, o Padre Maurício Camuto, missionário espiritano, disse que esta estação emissora outrora já contou com o apoio dos fieis.

Participaram no evento empresários, responsáveis dos média católicos, rádios privadas, sacerdotes, leigos, bispos da CEAST, entre outros convidados.

Há 63 anos órgão mais expressivo e estimado

De salientar que a Rádio Ecclesia, propriedade da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), foi fundada há 63 anos e é hoje dos órgãos de comunicação da igreja angolana mais expressivos e estimados pelos angolanos.

22 novembro 2018, 12:19