Versão Beta

Cerca

Vatican News
D. Zeferino Zeca Martins, Arcebispo do Huambo, Angola D. Zeferino Zeca Martins, Arcebispo do Huambo, Angola 

“Língua portuguesa, pela prima vez, é língua oficial do Sínodo”: D. Zeferino Z. Martins

Um sínodo longamente preparado com antecedência e em que jovens de todo o mundo foram escutados, mediante pesquisas e questionários on line, e as prévias reuniões dos jovens com o Santo Padre, onde também manifestaram as suas inquietações, diz D. Zeferino Zeca Martins, Arcebispo do Huambo, em Angola.

P. Bernardo Suate – Cidade do Vaticano

Também os jovens de Angola prepararam com interesse o Sínodo e desejam que a Igreja os ajude a construir famílias sólidas, onde os filhos recebem valores morais, culturais e espirituais, reitera o Prelado angolano.

Depois dos longos anos de Marxismo que queria acabar com a participação na vida eclesial, e da guerra civil que se seguiu à independência, foi-se criando um vazio existencial. E agora pagamos uma cara factura de tudo isto – ressalta D. Zeferino – com a corrupção e outros contra-valores que foram vividos nos anos como coisa normal.

Jovens esperam do Sínodo uma palavra para uma sociedade com valores

Os jovens clamam agora para que este Sínodo tenha uma palavra também para eles, diz D. Zeferino, que também manifesta a esperança de que as coisas possasm melhorar pois Angola e Moçambique serão capazes de empreender outro caminho.

Triénio consagrado aos jovens

Em Angola, após um triénio dedicado à família, vive-se agora o triénio 2018–2020 consagrado à juventude.

Por fim, o Prelado manifestou a sua grande satisfação que, pela primeira vez, l língua portuguesa é língua oficial do Sínodo.

Na Arquidiocese do Huambo para ouvir, dialogar e construir pontes

D. Zeferino Zeca Martins foi recentemente nomeado pelo Papa Francisco como novo Arcebispo do Huambo, em substituição do Senhor D. José de Querós Alves, e diz que vai àquela Arquidiocese como irmão, para servir, ouvir e dialogar, construindo pontes e uma nova humanidade.

Oiça aquí, na íntegra, a entrevista com D. Zeferino:

Oiça aqui a reportagem e partilhe:
10 outubro 2018, 10:00