Versão Beta

Cerca

Vatican News
D. Pedro Luis Scarpa D. Pedro Luis Scarpa 

Angola. Faleceu aos 93 anos D. Luís Scarpa, bispo emérito de Ndalatando

Foram a enterrar nesta quarta–feira, 24, na Catedral da diocese de Ndalatando, em Angola, os restos mortais de D. Pedro Luís Scarpa, bispo emérito desta diocese, falecido sábado último em Luanda, vítima de prolongada doença aos 93 anos de idade.

Anastácio Sasembele - Luanda

A urna contendo os restos mortais do primeiro pastor do rebanho daquela igreja particular  desceu à sepultura após a missa de corpo presente em sufrágio da sua alma, presidida pelo actual bispo da diocese de Ndalatando D. Almeida Kanda, coadjuvado pelo Núncio apostolico em Angola e São Tomé D. Petar Rajic e demais bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), na presença de religiosos e o santo povo de Deus.

Enaltecida acção de D. Luís Scarpa junto das comunidades carenciadas

Distintas figuras religiosas e civis enalteceram a acção de Dom Luís Scarpa junto das comunidades mais carenciadas ao longo da sua vida sacerdotal. A esta homenagem juntou–se a de D. Almeida Kanda que na homilia da missa de corpo presente enalteceu o desempenho pastoral do seu antecessor.

Cinco décadas ao serviço da evangelização

De nacionalidade italiana, D. Pedro Luís Scarpa chegou a Angola a 15 de julho de 1960, tendo durante cerca de cinco décadas trabalhado com as comunidades angolanas num vasto e abnegado trabalho de evangelização e de partilha do amor ao próximo.

D. Pedro Scarpa nasceu a 7 de fevereiro de 1925, em Veneza (Itália) onde ingressou na ordem dos Frades Menores Capuchinhos, vindo para Angola em 1960.

Primeiro bispo da diocese de Ndalatando

Foi coptado para várias funções ao nível do clero católico, entre as quais, de primeiro bispo da Diocese de Ndalatando (província do Cuanza Norte), missão que exerceu de 1990 a 2005, altura em que foi jubilado a seu pedido.

Oiça aqui a reportagem:

 

 

24 outubro 2018, 10:08