Versão Beta

Cerca

Vatican News
Alfabetização como garantia de melhor futuro para as crianças Alfabetização como garantia de melhor futuro para as crianças  (AFP or licensors)

Alfabetização, futuro para milhões de crianças em África

“É necessária uma acção urgente para garantir o futuro de milhões de crianças, especialmente em África e nos campos de refugiados” – apelo da Comunidade de Santo Egídio em vista do Dia Internacional de Alfabetização, 8 de setembro.

Evódio João - Cidade do Vaticano

Nas vésperas do Dia Internacional de Alfabetização que se celebra amanhã, dia 8 de Setembro, a Comunidade de Sant’Egídio lançou um apelo aos governos, às organizações internacionais e à sociedade em geral, para uma acção urgente de alfabetização das crianças, sobretudo em África e nos campos de refugiados, como garantia do seu futuro.

8oo milhões de pessoas sem acesso ao ensino

O apelo da Comunidade de Santo Egídio vem para despertar a atenção do mundo sobre os obstáculos a que 800 milhões de pessoas, na sua maioria mulheres e crianças, enfrentam para ter o acesso ao direito fundamental do ensino. E o continente africano é o que apresenta a situação mais grave no mundo.

Alfabetização para mudar futuro das crianças

Ainda pode-se ler no comunicado que o ponto de partida para mudar o futuro das crianças em África está na alfabetização que, por sua vez, passa pelo registo de nascimento. Só assim se pode evitar a incorporação das crianças nas fileiras de crianças-soldado.

O dia Mundial da alfabetização foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 1967, com o propósito de fomentar a alfabetização nas pessoas, comunidades e nas nações.

Oiça aqui a reportagem:
07 setembro 2018, 16:27