Versão Beta

Cerca

Vatican News
Multidões de fiéis no santuáio de Namugongo, Uganda Multidões de fiéis no santuáio de Namugongo, Uganda 

Um milhão de fiéis em peregrinação ao santuário da Muxima

Cerca de um milhão de fiéis são esperados nos dias 1 e 2 de setembro deste ano, no santuário de Nossa Senhora da Conceição da vila da Muxima/Angola, considerado por muitos, como o maior centro mariano da África subsaariana.

Anastácio Sasembele – Luanda

Com o lema “Jovem, com Maria, caminhemos hoje, ao encontro de Jesus”,  centenas de fiéis provenientes de diversos pontos de Angola e do estrangeiro começaram já a rumar à vila da Muxima, município da Quissama, província de Luanda, onde os preparativos para a peregrinação anual decorrem com normalidade.

Comissões para garantir comodidade aos peregrinos

De acordo com o Bispo da diocese de Viana Dom Joaquim Ferreira Lopes foram criadas várias comissões, coordenadas pela Igreja Católica e pelas autoridades da província de Luanda, para aéreas como a liturgia, segurança, saneamento, bombeiros e saúde que, no local, já trabalham para garantir comodidade aos peregrinos.

Bispo de S. Tomé convidade especial

E o convidado especial é Dom Manuel António dos Santos, bispo da diocese de São Tomé e Príncipe que vai presidir a missa de encerramento.

O lema da peregrinação deste ano emana da temática pastoral da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), que dedica o triénio à juventude, manifestando-se “solidária e preocupada com as principais inquietações dos jovens”.

Densa a agenda da peregrinação à Muxima

Celebrações eucarísticas, vigílias, adorações e catequeses constam da agenda da peregrinação à Muxima, área para a qual o Governo angolano lançou, em junho, vários concursos públicos de requalificação, da vila e do santuário, prevendo também a construção de uma Basílica.

A vila foi ocupada pelos portugueses em 1589 que, dez anos depois, construíram uma fortaleza e a igreja de Nossa Senhora da Conceição, também conhecida como “Mamã Muxima”, a Mãe do Coração.

Oiça aqui a reportagem e partilhe:

 

29 agosto 2018, 14:38