Versão Beta

Cerca

Vatican News
Polizia mozambicana nella regione di Cabo Delgado, Mocímboa da Praia, dove ci sono stati attacchi terroristici Polícia moçambicana - Cabo Delgado, Mocímboa da Praia 

Moçambique: Polícia convida população a regressar a Cabo Delgado

A Polícia moçambicana apela as populações a regressarem às suas zonas em Cabo Delgado, depois dos ataques armados naquela Província nortenha do país.

Hermínio José - Maputo 

A Polícia da República de Moçambique (PRM), convocou esta terça-feira, 24, uma colectiva de Imprensa para prestar o seu balanço semanal sobre as principais ocorrências em todo o país, na semana finda. Entretanto, o porta-voz do Comando Geral da Polícia, fez saber que as autoridades policiais estão a intensificar acções em Cabo Delgado, norte de Moçambique, com vista a encorajar as populações a retornarem as suas zonas, recentemente afectadas por ataques armados.

Famílias receiam voltar às suas casas

Inácio Dina acrescentou que face a esses apelos, algumas famílias já retomaram as suas zonas e outras ainda mostram alguma timidez para o efeito, mas segundo a Policia, o posicionamento das Forcas de Defesa e Segurança (FDS) vai encorajando o retorno, e fundamentalmente a Policia vai repor a ordem, segurança e tranquilidade públicas.

Ainda de acordo com o porta-voz do Comando Geral da Polícia, as autoridades estão a reforçar as medidas preventivas, para evitar que algumas zonas que foram assoladas por acções de malfeitores continuem num cenário de intranquilidade.

Polícia quer neutralizar as quadrilhas

Alem destas medidas, Inácio Dina disse que esta em curso um processo de prosseguir e intensificar a recolha de informação operativa visando identificar e desarticular as quadrilhas e sobretudo recolher armas e outros artefactos bélicos que estejam na posse dos malfeitores.

De referir que o deslocamento da população das suas zonas de residência para outras partes da província de Cabo Delgado, esta relacionado com os ataques em zonas como Mocímboa da Praia, onde desconhecidos atacavam comandos da policia, residências e estabelecimentos comerciais. E recordar que a Policia da República de Moçambique já veio a público anunciar que já há dezenas de pessoas detidas e condenadas indiciadas de terem se envolvido nos ataques na província de Cabo Delgado, a norte de Moçambique.

Oiça
26 julho 2018, 18:02