Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Colóquio sobre os 30 anos da OMCVI  no domingo 15 de Abril de 2018 em Roma Colóquio sobre os 30 anos da OMCVI no domingo 15 de Abril de 2018 em Roma 

Associação de Mulheres de Cabo Verde em Itália comemora 30 anos

A OMCVI, Associação das Mulheres Cabo-verdianas em Itália, comemora ao longo deste ano, o seu 30º aniversário. Uma série de eventos estão no programa para marcar a efeméride. O primeiro foi um colóquio no domingo 15 de Abril sobre o tema: “OMCVI, 30 anos de história: cabo-verdianas em Itália, ontem, hoje e amanhã. Para um novo protagonismo da mulher cabo-verdiana”.

Dulce Araujo - Cidade do Vaticano

Um colóquio em que se pretende analisar o passado com olhos postos no futuro, reforçando os laços de amizade e cooperação não só com o contexto feminino italiano, mas também cabo-verdiano.

Da Terra-mãe vêm, com efeito, para o colóquio Rosana Almeida, presidente do ICIEG, Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género, e Fátima Balbina Lima, Delegada da Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV), a mais antiga organização feminina do arquipélago e na qual a da Itália se inspirou. Ela falará da “Mulher cabo-verdiana ao longo dos 42 anos de independência de Cabo Verde”.

A cargo de Rosana Almeida estará o tema “A politica geral do ICIEG sobre as questões de paridade homem/mulher”.

Work shop

Da parte da Itália conta-pse com a presença da Cooperativa Social, BEE–FREE, especializada em questões de violência doméstica, tema de um dos três work-shops na parte da tarde. A violência   de género em Cabo Verde e em Itália e o papel da educação no combate a este flagelo é o tema desse work-shop em que intervirá também Fátima Lima e a jurista e escritora brasileira, Claudileia Lemes Dias.

Os outros dois work-shops são sobre: “A relação da diáspora com as instituições cabo-verdianas” em que intervirá Rosana Almeida e  Isabel Évora, da comunidade cabo-verdiana em Milão; e “A vida associativa em Itália: futuro e criticidade”, a cargo de Marilena Rocha, da Associação dos cabo-verdianos de Nápoles, e de Mario German de Luca do Centro de Assistência a organismos de voluntariado – CESV.

OMCVI nasceu em 1988

A Associação das Mulheres Cabo-verdianas em Itália foi criada a 27 de Março de 1988 por um grupo de mulheres de Cabo Verde em Itália para favorecer a integração da comunidade em Itália e manter viva a ligação com Cabo Verde.

Dado que a comunidade cabo-verdiana em Itália é historicamente feminina, a OMCVI sempre deu maior atenção às mulheres e às crianças, sem transcurar a comunidade no seu conjunto.

As suas actividades ao longo deste ano têm abrangido a área de cultura, apoio na obtenção de documentos de estadia, intervenção social, participação activa nos Congressos da Diáspora cabo-verdiana, colónias de férias para crianças, transmissão radiofónica para a comunidade, actividades para jovens, etc.

Abertura e encerramento

A abertura e encerramento do colóquio está a cargo da actual Presidente da Associação, Inélida Francelina Soares. O Embaixador de Cabo Verde junto do Estado Italiano, Manuel Amante, estará no encerramento. O encontro será moderado por Alícia Lopes Araújo, Redactora da edição portuguesa do jornal do Vaticano, “L’Osservatore Romano”. A primeira parte do encontro contará também com o testemunho de Silvina Silva, enquanto mulher, membro da comunidade.

15 abril 2018, 11:38